quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Resenha: Cretino Irresistível + Cretina Irresistível



Olá, pessoal! Tudo bom com vocês? Então, hoje o gênero das resenhas será um pouco diferente do que vocês (e eu), estão acostumados. Eu não costumo ter tempo de ler os famosos best-sellers, embora eu ame lê-los para dar uma descansada de vez em quando.

Enfim, eu passei as férias na casa do meu pai e não levei nada para ler! Esqueci completamente. Como estava entediada, fui em um site que disponibiliza livros gratuitos e decidi ler esse, um dos primeiros que apareceu.

Nunca fui interessada nele, mas sempre tive curiosidade. Eu sabia a maior parte de seu conteúdo pelo que falavam, sabia que era erótico e sabia que seria mais do mesmo. Porém, fui ler. Não me arrependi.

Primeiro por que eu fui surpreendida ao perceber que já havia lido a história. Então, a ficha caiu. Assim como 50 tons de Cinza, o livro também foi, originalmente, uma fanfiction de Crepúsculo que fazia sucesso.

Bem, eu serei sincera: o enredo é clichê. Chloe Mills será secretária de Bennet Ryan, um empresário bem sucedido que voltou recentemente para sua cidade natal, onde o pai tem uma empresa chamada Ryan Media Group. Chloe já trabalha há seis anos para o pai de Bennett, mas assim que o filho chega, o Sr. Ryan sabe que ninguém além de Chloe suportará conviver com seu filho por conta de seu gênio difícil.

Um belo dia, os dois acabam se envolvendo no escritório e, a partir daí, não conseguem parar com o relacionamento sem compromisso que iniciaram. E o enredo vai se desenvolvendo ao redor disso.

A leitura não é ruim e flui. A escrita não é ruim nem boa: é comum. É um romance água com açúcar onde os protagonistas não tem muitos problemas traumatizantes. A grande diferença entre os livros estilo "sessão da tarde da Globo", é que este tem muito sexo. Eu diria até sexo demais, como se fosse o fundamental para que a história pudesse fazer sucesso. E pelo jeito foi por isso mesmo, não é?

Enfim, não é uma leitura que contribui em alguma coisa. É leve para um dia de tédio, para as férias, para quem quer relaxar um pouco e simplesmente não pensar o tempo todo no que está fazendo. 

Curiosidades: Os capítulos são intercalados, um é narrado por Chloe e outro por Bennet, e assim sucessivamente; Christina Lauren é um pseudônimo, porque os livros são escritos por duas autoras: Christina Hobbs e Lauren Billings.




Do segundo volume, eu gostei um pouquinho mais. Pra ser sincera, pararia a leitura no primeiro, mas a curiosidade (e o tédio) me fizeram lê-lo. É bem menor que o primeiro volume, mas mostra uma característica em Chloe Mills que eu adoro e que, infelizmente, não vemos na maioria das mulheres dos livros de ficção: independência

Percebemos isso também ao final do primeiro volume, mas aqui ela se desenvolve mais. Ela se esforça em seu trabalho e mesmo namorando o seu chefe, Chloe não deixa que pensem que ela está se promovendo apenas por estar se relacionamento com Bennett, porque ela não está.

Ela é competente, ama o que faz e, pasmem: a moça põe o trabalho como sua prioridade, apesar de ter um namorado rico, lindo e bem sucedido.

Foi o que eu mais gostei no livro todo! Ela ama o cara, ama de verdade, mas não deixa que ele controle a vida dela. Ela não deixa de ter a vida que tem apenas para agradar o novo namorado.

Acho que isso resume tudo. O segundo livro me agradou demais e ganhou um pouquinho do meu afeto por causa desse detalhe que, apesar de ser quase insignificante, não deixa de ser enorme, pois, infelizmente, não é comum na nossa literatura.

Como eu já disse, não é uma leitura de reflexões. É apenas uma leitura que te proporciona algum tempo de diversão. Ainda não sei se lerei os outros, porém acho que sim. Mesmo estando longe de ser a minha série preferida (longe mesmo), eu sempre morro de curiosidade e não descanso até saber o fim! 

E vocês? Já leram, ou pretendem? Comenta aqui! :D

7 comentários:

  1. Eu tenho esse livro aqui, mas nunca li até agora. A capa que me chamou a atenção, mas não me interesso nadinha por romances eróticos. Até lia. Mas o fator "sexo demais" foi perdendo a graça e preferi dar um tempo. Tem autoras que não sabem a hora de parar o fogo dos personagens. :/ Mas vou tirar um tempinho para ler. Quem sabe não gosto, né?

    Beijos,
    Danns.

    transformelivrosemideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Danns, eu não gosto muito desse tipo de livro também. Quer dizer, eu gosto quando não se torna o foco da história. É triste ver muita história ruim por aí virando best-sellers só por ter uma sacanagem no meio. Acho que foi o caso desse, mas como disse, vai de cada um... Dá uma lida no começo, de repente você gosta! Haha
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá! Seu blog foi convocado para responder a TAG da Liebster Award. É só acessarOlá! Seu blog foi convocado para responder a TAG da Liebster Award. É só acessar http://clubedolivro15.blogspot.com.br/2015/01/tag-liebster-award-2015.html Aguardamos suas respostas.

    ResponderExcluir
  3. Oi Bruna!
    Tenho essa série aqui na estante, mas ainda não li nenhum volume. Minha mãe que é fã desse tipo de romance e mesmo ela achou que a história se perdeu no meio de tantas cenas de sexo.

    Beijos!
    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jessica, também achei que o livro se perdeu! Era pra ser uma histórinha agua com açúcar, mas foi tanto sexo só pra atrair publico que foi um fiasco!
      Beijos

      Excluir
  4. Cada vez que passo em um blog que tenha resenha adiciono mais um livro na minha lista, pois é já adicionei esse também kkk. Adorei o blog e estou seguindo e curtindo a fanpage.
    Beeeijos!
    Blog Bolicho Da Guria | FanPage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Monique!
      Também sofro do mesmo mal! São muitos livros e pouco tempo! haha
      Adorei seu blog, estou seguindo a página e o blog!
      Beeijos! ♥

      Excluir